quarta-feira, 28 de março de 2018

TERCEIRA EDIÇÃO DE 28-3-2018 DO 'DA MÍDIA SEM MORDAÇA'

NO DIÁRIO DO PODER
MALUF HOSPITALIZADO APÓS PASSAR MAL NA PAPUDA, COM ATAQUE DE PÂNICO
CHOROU MUITO AO SABER QUE NÃO SAIRIA ANTES DA SEMANA SANTA
Publicado quarta-feira, 28 de março de 2018 às 09:17 - Atualizado às 10:33
Da Redação
O deputado federal afastado Paulo Maluf (PP-SP) passou mal no Complexo Penitenciário da Papuda, onde está preso desde dezembro do ano passado e foi levado a um hospital particular em Brasília, na madrugada desta quarta-feira (28). Ele sofreu ataque de pânico e passou a chorar quando foi informado de que a Justiça não examinaria seu novo pedido de liberdade antes da Semana Santa.
O deputado afastado sofre de problemas cardíacos e ortopédicos, além de ter câncer de próstata e diabetes. A saúde de Maluf é o argumento da defesa para a concessão da prisão domiciliar dele. No entanto, nenhum pedido foi acatado pela Justiça até então.
Em março deste ano, o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Jorge Mussi, negou um pedido da defesa de Maluf, com a justificativa de que o parlamentar tem recebido "assistência médica adequada" na Papuda. Antes, outras solicitações de prisão domiciliar foram rejeitadas pela Justiça, como em janeiro deste ano, na decisão do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT).
Paulo Maluf foi condenado a 7 anos e 9 meses de prisão por lavagem de dinheiro, no período em que foi prefeito de São Paulo, entre 1993 e 1996. A decisão de cumprimento imediato partiu do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin, em dezembro do ano passado.
Em nota, o advogado de Maluf, Kakay, afirma que Maluf teve uma complicação séria em seu quadro de saúde:
“O Dr Paulo Maluf teve uma complicação séria no seu quadro de saúde esta madrugada e foi internado as pressas no hospital HOME perto da meia-noite. A informação é que terá que ficar sob observação por pelo menos 3 dias. A defesa não obteve ainda maiores detalhes e também se preserva o direito de respeitar a dor e a preocupação da família, que não quer maior exposição. Como é do conhecimento de todos o quadro de saúde do Dr Paulo é grave, com constante e diário comprometimento, inclusive com permanente risco de óbito. O que cabia a defesa técnica foi feito, agora são os médicos que estarão responsáveis pela saúde.”

NO JORNAL DA CIDADE ONLINE
Perícia irá comprovar a farsa do “atentado”
Da Redação
Quarta-feira, 28/03/2018 às 12:39
Não houve nenhum atentado contra a ‘Caravana da Vergonha’ do meliante Luiz Inácio Lula da Silva.
É mais uma estratégia de vitimização, como o Jornal da Cidade Online havia previsto.
Gleisi, a presidente do PT, já gritou ‘Querem matar o Lula’.
Eles são ótimos na encenação, péssimos na execução das pilantragens.
A perícia que a Polícia Federal irá realizar vai detectar que os tiros foram dados a curta distância, com os veículos parados.
Pela própria foto de um dos veículos perfurados é possível perceber a perfeição do furo, exatamente do tamanho de um projétil.
Quando um veículo é atingido em movimento, a marca é totalmente diferente, o furo é bem maior, o estrago é bem mais danoso e mais largo.
O site O Antagonista revela que só a perícia poderá resolver o enigma do ‘atentado’.
Mera e desnecessária prevenção.
Não houve atentado. A PF irá comprovar na perícia.

Os suspeitíssimos tiros na Caravana da Vergonha
Por Amanda Acosta - Articulista e repórteramanda@jornaldacidadeonline.com.br
Quarta-feira, 28/03/2018 às 01:31
O PT é infame e nem um pouco confiável. Lula, Gleisi, Paulo Pimenta, Dilma Rousseff, entre outros, representam o substrato mais nojento da politicagem brasileira. São todos eles o suprassumo da falta de escrúpulos e da indecência.
De outro lado, o povo da região Sul reagiu com extrema indignação a indecorosa e espúria ‘Caravana da Vergonha’.
Vaiou, xingou, fechou estradas, jogou ovos e jogou esterco. Entretanto, em momento algum, partiu para a violência, a agressão. E tudo foi filmado e divulgado nas redes sociais.
A violência partiu sim, dos seguranças fortemente armados do meliante Luiz Inácio Lula da Silva, que agrediram na segunda-feira (26) um jornalista e diversos manifestantes anti PT.
Curiosamente, logo após esta covarde agressão, os petistas denunciam um atentado a sua caravana.
Tiros teriam sido disparados no percurso entre Quedas do Iguaçu e Laranjeiras do Sul, no Paraná. Os tais tiros do ‘atentado’ atingiram tão somente a parte da lataria dos ônibus.
Dilma, a insana, trata o caso como ‘atentado contra Lula’.
Gleisi, a louca, aquela moça que também está na iminência de ser presa, declarou: ‘Querem matar Lula’.
Lula não estava em nenhum dos ônibus. Estava num helicóptero.
O momento do suspeitíssimo atentado ninguém teve a perspicácia de filmar.
Ora, também pudera, aconteceu em plena estrada, com os ônibus em pleno movimento.
A prova do crime são os furos na lataria dos veículos, mas o tal homem que queriam matar, nem estava presente, voava tranquilamente no helicóptero de um amigo.
É a velha prática de criar fatos para se vitimizar e esconder os seus próprios podres.
Parece óbvio que tudo foi forjado.
Assim funciona o PT.
Que nojo!

NO O ANTAGONISTA
Suíça congela dinheiro de integrantes da ditadura venezuelana
Mundo Quarta-feira, 28.03.18 14:46
O governo suíço congelou milhões de dólares da cúpula do governo de Nicolás Maduro e aplicou sanções contra aliados de sua ditadura, informa Jamil Chade, do Estadão.
Segundo o correspondente, os valores bloqueados não foram revelados.
Nos últimos meses, em colaboração com autoridades dos EUA, a Suíça detectou mais de US$ 100 milhões em contas secretas mantidas por venezuelanos, suspeitos de corrupção.
“As medidas restritivas contra a Venezuela foram decretadas diante das violações de direitos humanos e das violações ao Estado de Direito, assim como a erosão das instituições democráticas”, declarou o governo em nota.

Julgamento do foro privilegiado, só em maio
Brasil 28.03.18 14:30
O STF deve retomar só em maio o julgamento sobre a restrição do alcance do foro privilegiado para parlamentares federais, informa o Estadão.
Dias Toffoli, que havia pedido vista em novembro, liberou o processo ontem. Como a pauta de abril já está fechada, Cármen Lúcia deve pautar a retomada do julgamento para maio.
A presidente do Supremo disse considerar o caso uma prioridade. Imagine se não fosse.

Mais uma PEC para prisão na 2ª instância
Brasil 28.03.18 11:07
Além da PEC de Alex Manente, do PPS de São Paulo, o deputado Onyx Lorenzoni, do DEM do Rio Grande do Sul, protocolou ontem, na Câmara, uma proposta para “clarificar na Constituição” a prisão após condenação em segunda instância.
O primeiro a assinar a “PEC Moro”, assim chamada por Onyx, foi o presidenciável Jair Bolsonaro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário