SEGUNDA EDIÇÃO DE 12-9-2017 DO 'DA MÍDIA SEM MORDAÇA'

NO O ANTAGONISTA
Jogo dos Sete Erros
Brasil Terça-feira, 12.09.17 09:36
Os advogados de Lula protocolaram um recurso do condenado para tentar reverter no TRF-4 seus nove anos e meio de cana.
Cristiano Zanin e seus pares apontaram os “Sete Erros de Moro”, como se os desembargadores de Porto Alegre fossem leitores do Cebolinha.
A farsa da CPI
Brasil 12.09.17 09:08
A CPI da JBS, como O Antagonista mostrou desde o comecinho, é uma farsa completa.
A Folha de S. Paulo disse que, se Lula e Dilma Rousseff forem chamados para depor, o PT vai revidar apresentando requerimentos para convocar ministros de Michel Temer.
Lula se esconde
Brasil 12.09.17 08:28
O PT está tentando esconder o segundo depoimento de Lula ao juiz Sergio Moro.
O partido convocou menos militantes do que no primeiro depoimento. E não há toda aquela balbúrdia para filmar as mentiras do condenado.
Lula vai repetir seu discurso surrado de perseguido político, mas o fato é que o pacote de propinas denunciado por Antonio Palocci cortou as pernas de sua defesa.
O melhor para Lula, neste momento, é que ninguém veja seu vergonhoso depoimento.
A opinião dos brasileiros sobre Gilmar Mendes
Brasil 12.09.17 08:19
O Instituto Paraná fez uma pesquisa nacional online, entre 2 e 5 de setembro, com a seguinte pergunta:
“O Sr.(a.) concorda ou discorda da postura do ministro Gilmar Mendes do STF?”
As respostas:
Discorda: 84,1%
Concorda: 10,1%
Não sabe/Não opinou: 5,8%
“Joesley apareceu, de surpresa”
Brasil 12.09.17 07:44
Gilmar Mendes “está seguro de que foi gravado por Joesley Batista”, diz a Folha de S. Paulo.
Ele relatou à reportagem que “se encontrou com Francisco de Assis, advogado da J&F, em abril, a pedido do profissional (…). No meio da conversa, Joesley apareceu, de surpresa”.
O Antagonista espera que, para dissipar todas as suspeitas, o grampo seja divulgado em breve.
Os grampos de GilmarBrasil 12.09.17 07:03
Gilmar Mendes quer enterrar os grampos de Joesley Batista.
O próprio Gilmar Mendes, porém, disse que pode ter sido grampeado por Joesley Batista, assim como seus colaboradores no IDP.
Em vez de tentar enterrar os grampos, o ministro deveria exigir que viessem à tona todas as conversas que o envolvessem.
A estirpe do Jacaré
Brasil 12.09.17 07:29
Geddel Vieira Lima topa delatar Michel Temer.
O Antagonista soube que ele só está tentando negociar a blindagem de seus irmãos, Lúcio e Afrísio, e de sua mãe, Marluce.
Quem paga a defesa de Lula é você
Brasil 12.09.17 07:17
O PT, diz a Folha de S. Paulo, “vai usar sua propaganda partidária desta próxima quarta-feira para reforçar a defesa do ex-presidente Lula”.
Como lembra a reportagem, o programa “será veiculado no mesmo dia em que o petista prestará novo depoimento ao juiz Sergio Moro”.
O dinheiro dos contribuintes, portanto, será usado para defender um criminoso condenado por roubar o dinheiro dos contribuintes.
O boi de Joesley
Brasil 12.09.17 06:39
Joesley Batista passou sua primeira noite preso.
A cadeia da PF, diz o Estadão, “não tem janelas. As celas ficam uma do lado da outra, com duas camas e uma mesa de concreto, um cano com água fria e um buraco no chão – o boi”.
Joesley Batista tem boi até mesmo dentro da cadeia.
Jacaré sem telefone
Brasil 12.09.17 06:27
Desde que o esconderijo de Geddel Vieira Lima foi descoberto, diz Lauro Jardim, seu irmão Lúcio Vieira Lima “não atende nem telefone”.
Os auxiliares de Michel Temer interpretam esse afastamento como um sinal de que Geddel Vieira Lima decidiu delatar o chefe.
PGR propõe 5 anos de cadeia para Joesley
Brasil Segunda-feira, 11.09.17 22:29
A Época informa que a PGR apresentou à defesa de Joesley Batista uma proposta de repactuação dos benefícios dele e dos demais delatores.
Eles passariam cinco anos na cadeia e pagariam o dobro da multa já negociada.
Não houve acordo.
‘Não levei um clipe do governo’, diz Gilberto Carvalho
Brasil 11.09.17 20:09
Gilberto Carvalho disse à Folha que recebeu com um “misto de tranquilidade e indignação” a denúncia do Ministério Público Federal por corrupção passiva.
“Acabo de vender meu apartamento. Porque não consegui pagar o financiamento, estou vivendo de aluguel. Não roubei. Não tenho uma caneta esferográfica ou um clipe levados do governo”, afirmou o ex-ministro.
Ele e Lula são acusados de receber R$ 6 milhões para a campanha petista em 2010, em troca da edição da MP 471, que estendeu os benefícios fiscais das montadoras.
Não se trata de roubo de clipe.

NO JORNAL DA CIDADE ONLINE
Renato Russo, o primeiro desafeto de Geddel
Da Redação
Segunda-feira, 11/09/2017 às 17:59
O livro do jornalista Carlos Marcelo, ‘Renato Russo: O filho da Revolução’ traz uma revelação interessante sobre sua relação com o ex-ministro Geddel Vieira Lima, preso preventivamente na manhã de sexta-feira (8), após a Polícia Federal encontrar R$ 51 milhões em dinheiro vivo num apartamento de sua responsabilidade.
Segundo a narrativa do livro, Renato Russo considerava Geddel ‘in-su-por-tá-vel’.
O político e o cantor foram colegas de escola no Colégio Marista, em Brasília.
Veja abaixo o trecho do livro que descreve a convivência entre as duas figuras:

Investigado pela Operação Cui Bono?, deflagrada no dia 13 de janeiro deste ano, Geddel é suspeito de, em conluio com o ex-deputado Eduardo Cunha, atuar para garantir a liberação de recursos por vários setores da Caixa Econômica Federal a empresas que, após o recebimento, pagavam vantagens indevidas aos dois meliantes.
Renato Russo tinha toda razão.

Prefeita que utilizou dinheiro público para ‘encomendar’ homicídio é presa
Da Redação
Terça-feira, 12/09/2017 às 05:27
Em tempos de ‘Lava Jato’, a cada dia se revela um tipo de corrupto, cada um mais repugnante que o outro.
Nesta segunda-feira, 11, a Polícia Civil de Minas Gerais efetuou a prisão da prefeita de Santa Luzia, cidade com 72 mil habitantes, localizada na região metropolitana de Belo Horizonte.
De acordo com a acusação, Roseli Ferreira Pimentel, uma senhora vistosa, elegante, com 44 anos de idade, utilizou 20 mil reais pertencentes à Secretaria de Saúde da cidade para mandar matar o proprietário do jornal local ‘O Grito’, Maurício Campos Rosa, de 64 anos, morto com cinco tiros em agosto de 2016.
Ou seja, numa completa inversão de finalidade, utilizou o dinheiro roubado da ‘saúde’ para financiar um assassinato.
O crime teria sido encomendado após a prefeita ter sido chantageada pela vítima.
O jornalista estaria chantageando a prefeita, ameaçando divulgar críticas à sua gestão durante a campanha eleitoral de 2016, na qual ela disputava a reeleição.
De acordo com as investigações, três dias antes do assassinato, Maurício intensificou a chantagem.
Para se livrar das ameaças, Roseli encomendou o crime.

Desmoralizada, Ticiana deve pleitear separação, indenização e pensão
Da Redação
Segunda-feira, 11/09/2017 às 14:19
A esposa do empresário Joesley Batista, jornalista Ticiana Tanajura Villas Boas Batista, segundo fonte extremamente fidedigna, que goza da intimidade da família em Salvador (BA), está muito abalada emocionalmente, se sentindo desmoralizada e traída.
Ticiana deve permanecer por mais algum tempo nos Estados Unidos, mas está providenciando um bom escritório jurídico para cuidar de sua separação e do pleito de uma eventual indenização por danos morais e materiais contra o marido.
A apresentadora entende que foi ‘vítima’ de Joesley. Por ele, abandonou uma carreira em ascensão, fechou uma empresa - a Kinok Vídeo e Jornalismo - que montou em 2005, bem antes de conhecer o marido e teve que encerrar as atividades para acompanhá-lo no famigerado exílio nova-iorquino.
Além disso, em razão das revelações de Joesley, envolvendo inclusive relações extraconjugais, Ticiana foi motivo de chacota, xingamentos e ofensas.
De fato, nas redes sociais proliferaram brincadeiras maldosas envolvendo os relatos do empresário. Abaixo, veja um exemplo:

A apresentadora quer ainda garantir uma substancial pensão alimentícia para o filho Joesley Batista Filho, fruto de sua união com o empresário da JBS.

‘Profecia’ feita há quinze anos sobre Gilmar Mendes se tornou realidade
Da Redação
Segunda-feira, 11/09/2017 às 19:32
A ‘profecia’ de Dalmo Dallari realmente estava correta.
Dalmo é um jurista brasileiro, professor emérito da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.
Extremamente respeitado, deu aulas na Faculdade para diversos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), inclusive para a atual presidente, ministra Cármen Lúcia.
Há quinze anos ele deu o seguinte título a um artigo por ele publicado no jornal Folha de S.Paulo:
‘Gilmar Mendes no STF é a degradação do Judiciário brasileiro’
Em 2012, o renomado jurista deu uma nova declaração sobre o ministro:
‘Há algo de errado quando um ministro do Supremo vive na mídia’.
O que dirá Dallari hoje?

NO BLOG ALERTA TOTAL
Terça-feira, 12 de setembro de 2017
A Lei ainda não é para todos no Brasil

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net
O furacão Irmã parou de fazer estragos nos EUA, porém o furacão Janot (que parece ter categoria 13) promete devastar a Petelândia, o Quadrilhão do PMDB, causando danos irreparáveis ao Presidente Michel Temer. Janot, de saideira no dia 17, também devasta  Joesley Batista e pode destruir seu ex-braço direito, o procurador Ricardo Miller, acusado de advogar para a J&F enquanto integrava a elite da Lava Jato.
Nesta tormenta que judicializa a politicagem bandida, acontecem coisas muito esquisitas que o noticiário convencional, por pressa, sacanagem ou burrice acaba ignorando. Não pode passar batida de análise o fato de que o supremo ministro Gilmar Mendes pediu ao Ministro da Justiça para investigar o Judiciário. Seria o caso do Galvão Bueno, no meio do jogo, indagar: “Pode isto, Arnaldo Cezar Coelho?”.
Quais as consequências institucionais de um Ministro da mais alta Corte do Judiciário pedir ao Poder Executivo que, direta ou indiretamente, acione a Polícia Federal para investigar o Judiciário? Não é esquisito que isto aconteça justamente no momento em que o STF terá de decidir se aceita ou não que a PF siga investigando o Presidente da República e seus tentáculos?
Nada de anormal no País desgovernado pelo Crime Institucionalizado. A realidade verdadeira do poder público no Brasil é algo digno dos mais horripilantes filmes de terror, cheio de sociopatas, criminosos cruéis, gângsteres e mafiosos quadrilheiros que atuam na máquina pública, apodrecendo aquilo que a Democracia tem de mais sagrado: o Direito à Cidadania e o respeito à moralidade com a coisa pública.
Algumas aberrações são imperdoáveis. Um exemplo: É possível conceber Ministros do Supremo Tribunal Federal dando palestras a empresas e recebendo mais de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais)? Não foi justamente isso que o Grande Líder Lula fez com a Odebrecht e outras grandes empresas beneficiadas pelo regime Capimunista Rentista brasileiro? No caso do petista, a cada palestra correspondia uma Grande Obra, financiada pelo BNDES, aqui e em diversos países.
E no caso dos membros do STF? O que justifica os “patrocínios” polpudos? Não é previsível supor que as empresas que pagam patrocínios milionários não sejam as mesmas cujas causas, algum dia, acabem sendo julgadas pelos ministros patrocinados? Não foi esquisito saber que o ministro Gilmar Mendes mandou devolver à JBS os R$ 650.000,00 recebidos “a título de patrocínio” por evento realizado em Portugal, no mês de abril deste ano, pelo “já famoso” instituto ligado a ele?
Recapitulando... A JBS, do Joesley Batista, em abril 2017, “patrocina” R$ 650.000,00 para o Ministro Gilmar Mendes e seu instituto? Será que em algum país civilizado isto aconteceria e o tal “Ministro” ainda continuaria a ter prerrogativa de julgar seu “Patrono”? Com certeza que não...
Precisamos nos indignar de verdade com qualquer suspeita de cumplicidade.
O poder público brasileiro não pode ficar nas mãos de pessoas tão inescrupulosas e homens públicos que agem como os piores vilões e bandidos dos filmes que assistimos. Coringa e Darth Vader só têm graça em Hollywood. No altos cargos do serviço público brasileiro, não...
A pilhagem praticada contra a nossa Pátria Brasil tem de ser combatida. De todas as formas, em todas as frentes, por todos os brasileiros de bem. A crise moral é a mais grave crise brasileira, em meio a uma guerra de todos contra todos os Poderes, ainda sem data para terminar e com sinais claros de agravamento.
É por isso que cada brasileiro de bem tem o dever moral de se juntar a magistrados, também de bem e do bem, que não aceitam que o Judiciário (principalmente seus tribunais superiores) se transformem em alvos de suspeitas, piadas e ataques ofensivos, principalmente dos bandidos “patrocinadores” da Crise Institucional brasileira.
Aqui no Brasil, a Lei ainda não é para todos. Mas começa a ser, por pressão da cidadania e por ação de muitos servidores públicos indignados com o Crime... Cada um pode ajudar a mudar o final do filme... A mudança institucional está próxima... Não é à toa que o tal mercado já começa a se deslocar da politicagem, porque a maioria da população já faz isto há algum tempo... Os Geddéis que se cuidem...
(...)






Comentários

Postagens mais visitadas